22.4.09

Edvard Munch – O Grito

Pintor e Printmaker Norueguês (Simbolismo/Expressionismo)
1863-1944

Há uns posts atrás, coloquei aqui um pequeníssimo vídeo alusivo à obra "O Grito", em norueguês “Skrik”. É uma das obras primas do pintor norueguês Edvard Münch", datada de 1893 e encontra-se na National- Gallery, em Oslo.

Trata-se dum quadro de pequenas dimensões, com 91cm x 74cm, a óleo e pastel. A fonte de inspiração para a figura humana estilizada terá sido uma múmia peruana que Munch viu na exposição universal de Paris em 1887, segundo Robert Rosenblum, um especialista da obra do pintor.

clip_image002O Grito é considerado uma das obras mais importantes do movimento expressionista e adquiriu um estatuto de ícone cultural (no período pós-segunda grande guerra) a par da Monalisa de Leonardo da Vinci.

A fonte de inspiração d’O Grito pode ser encontrada na vida pessoal do próprio Munch, um homem educado por um pai controlador, que assistiu em criança à morte da mãe e de uma irmã.

O seu estado de espírito está bem patente nas linhas que escreveu no seu diário: “Passeava com dois amigos ao pôr-do-sol – o céu ficou de súbito vermelho-sangue – eu parei, exausto, e inclinei-me sobre a mureta– havia sangue e línguas de fogo sobre o azul escuro do fiord e sobre a cidade – os meus amigos continuaram, mas eu fiquei ali a tremer de ansiedade – e senti o grito infinito da Natureza”.

Curiosidade: a crítica foi desfavorável e a obra foi classificada como arte demente. Mais tarde, o regime nazi classificou Munch como artista degenerado e retirou toda a sua obra em exposição na Alemanha. Um crítico considerou o conjunto, e em particular O Grito, tão perturbador que aconselhou mulheres grávidas a evitar a exposição. A reacção do público, no entanto, foi a oposta e o quadro tornou-se em motivo de sensação.

 O Grito de Homer Simpson  ;-)  homer-Versão -O Grito-de Edvard .. 

munch prato

                                                        Sobremesa versão Munch ;-)

3 comentários:

helia disse...

Desconhecia este quadro de Munch como desconheço muitas outras obras do pintor. Gostei muito não só das imagens , mas também do texto com informação que permite aumentar os meus conhecimentos. "Aprender todos os dias, aprender até morrer"... Mas por muitos anos que vivamos,partimos e fica muito para aprender...

Je Vois la Vie en Vert disse...

O nosso primeiro contacto foi um pouco "brutal" por culpa minha e afinal temos tantas coisas em comum !
Também tenho um grito para dar :

Conheces o blog http://sercristal.blogspot.com ?

Esta grande mulher e mãe de um filho autista está com grandes dificuldades financeiras e é a grande custo mas pelo filho que se decidiu em desabafar e pedir ajuda.
És uma mulher generosa, tenho a certeza disto.
Vamos fazer uma grande onda de solidariedade e ajudar esta mãe que ja abdicou muito na sua vida. A internet tem coisas boas, vamos as utilizar !
Uma mera transferência de 5 euros para alguns não custa nada e se forem muitos, é uma grande ajuda para ela ! Vai ver o seu testemunho !
Beijinhos verdes de esperança

Verdinha

Isamar disse...

É o quadro que melhor conheço de Munch e fico impressionada sempre que o vejo. Há uma correlação perfeita entre a paisagem, a personagem que solta o grito e o grito em si. Gerador de sentimentos antagónicos.
Medonho e apaixonante!

Bem-hajas!